• Afrwns

Africanos vencedores do Prêmio Nobel da Paz

Atualizado: 15 de Ago de 2020


O Prêmio Nobel é uma das mais prestigiadas premiações do mundo. Todos os anos, pessoas que fizeram pesquisas de grande valor para o bem do ser humano em diversas áreas, como Química, Física, Medicina, Literatura, Economia e Paz, são escolhidas e premiadas.



Albert Lutuli

Viveu de 1898 a 1967, ele foi o primeiro africano a ganhar o prêmio Nobel da Paz. Ele nasceu na Rodésia do Sul que hoje é a atual Zimbabué, mas viveu grande parte da sua vida na África do Sul, então ele se nacionalizou sul-africano. Por sugerir o dia nacional de lamentação do Massacre de Sharpeville que aconteceu em março de 1960, e por haver queimado publicamente o passe obrigatório que os negros usavam, num gesto simbólico de desobediência civil, ele foi condenado em 1960, a seis meses de prisão, ele foi autorizado para sair do país em dezembro de 1961 para ir até Oslo para receber o prêmio Nobel da Paz.


Muhammad Al Sadat

Ele foi um militar e político egípcio, foi prisoneiro britânico por ser um agente infiltrado alemão e também pelos atos terroristas.

Ele dispensou a missão soviético no seu país após Egito perder a guerra de Iom Kippuer.

Recebeu o prêmio Nobel da Paz em 1978.







Desmond Tutu

Um sul-africano que foi Acebispo da Cidade do Cabo, ele foi nomeado bispo e assim ele comandou a paróquia do Lesoto, ele foi secretário do Conselho das Igrejas da África do Sul. O seu grande legado é ao combate da igualdade social, abolição das leis que limitavam a circulação dos negros, e assim também ele lutava pela igualdade educacional entre os povos dentro da África do Sul, ele recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1984.


Nelson Mandela,


Foi presidente da África do Sul, que dedicou mais de 67 anos da sua vida pela humanidade.

Foi considerado um dos melhores líderes da África de todos os tempos.

Ele foi dos poderosos símbolos da luta contra o regime segregacionista do Apartheid, e recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1993.



Frederik de Klerk


Foi o último presidente branco da África do Sul. Ele é conhecido também por fazer a transição do período Apartheid para a democracia na África do Sul, ele dividiu o prêmio Nobel da Paz em 1993 junto com o Nelson Mandela, assim porque ele garantiu que os negros na África do Sul tivessem direito a votos, direito igual aos brancos.


Kofi Annan


Foi um diplomata do Gana, que atuou como sétimo secretário geral da ONU.

Koffi Annan e as Nações Unidas foram co-receptores do prêmio Nobel da Paz em 2001, por criarem o Fundo Global de Luta Contas AIDS, Malária e Tuberculose, e assim ajudaram os países em subdesenvolvimento a cuidarem do seu povo.


Wangari Maathai

Foi a primeira mulher a ser graduada como prêmio Nobel da Paz, ela ficou muito conhecida pela sua luta de conservação das florestas e do meio ambiente, onde fundou o Movimento do Cinturão Verde Pan-Africano no Quênia, e contou com uma iniciativa onde plantou mais de 30 milhões de árvores. Ela serviu como inspiração para muitos pela luta e para os direitos civis, assim ela recebeu o seu prêmio Nobel da Paz em 2004.





Mohamed ElBaradei


É um diplomata egípcio e foi dirigente geral da Agência Internacional da Energia Atômica, ele recebeu o prêmio em 2005 junto com a Agência Internacional da Energia Atômica.









Ellen Johnson

Teve o seu mandato de 2005 a 2011. Ela é a primeira mulher africana a ser presidente de um país, sendo assim ela teve dois mandatos de reeleição, em todos os seus mandatos ela lutou pela liberdade das mulheres do seu país, tendo ganho o prêmio Nobel da Paz em 2011.






Leymah Gbowee


É uma ativista da Libéria que foi encarregada pelo movimento de paz que terminou com a Segunda Guerra Civil na Libéria, que assim culminou com a presidência da Ellen Johnson no cargo, assim sendo que ela ganhou o prêmio Nobel da Paz, ou foi indicada ao prêmio Nobel da Paz junto com a Ellen Johnson e as duas venceram o prêmio Nobel da Paz no ano de 2011.




Denis Mukwege


É um ginecologista congolês da República Democrática do Congo, que ajudou várias mulheres a passarem pelo trauma que elas passaram durante a Guerra no Congo Democrático.

Recebeu o prêmio Nobel da Paz em 2018.




7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
Caneca Oficial

Caneca Oficial

R$ 44,90Preço
Camiseta Oficial

Camiseta Oficial

R$ 39,90Preço
Caneca Personalizada

Caneca Personalizada

R$ 49,90Preço
Camiseta Personalizada

Camiseta Personalizada

R$ 41,90Preço
Caneca Africa Leão

Caneca Africa Leão

R$ 44,90Preço
Camiseta Oficial África

Camiseta Oficial África

R$ 39,90Preço