Angola torna-se o primeiro país da região da África Oriental e Austral a receber vacinas COVAX

Angola tornou-se hoje o primeiro país da região da África Oriental e Austral a receber a vacina COVID-19 da iniciativa COVAX, uma parceria entre CEPI, Gavi, UNICEF e OMS. A entrega de vacinas ao país faz parte de uma primeira onda que continuará nos próximos dias e semanas, em todo o mundo.



Angola recebeu hoje 624 mil doses da vacina AstraZeneca-Oxford do Instituto Sérum da Índia no âmbito da iniciativa COVAX, que visa garantir a distribuição equitativa das vacinas contra COVID-19 em todo o mundo.


Com este primeiro lote de vacinas, estimado em cerca de 10 por cento das necessidades de vacinas da primeira fase do país, o Governo irá imunizar os profissionais de saúde, as pessoas vulneráveis ​​e aquelas com comorbidades complicadas.


Segundo o Director Regional da OMS, Dr. Matshidiso Moeti, com a chegada das vacinas fornecidas pela iniciativa COVAX para combater a COVID-19 em Angola, o continente marca mais um passo importante para um acesso mais justo às vacinas.


“Com esta remessa, o primeiro país de língua portuguesa da África passa a ter acesso a essa ferramenta essencial na luta contra o vírus. Cada nova entrega de vacina marca um avanço na luta contra essa pandemia que há muito tempo mantém nossas vidas reféns. a região e os parceiros têm apoiado os países no planejamento e preparação para os desafios complexos de uma campanha de vacinação tão massiva. Agora esperamos ver esses planos serem implementados com uma liberação eficaz e eficiente da vacina ", disse Moeti.


O Dr. Seth Berkley, CEO da Gavi, a Vaccination Alliance, enfatizou que “a missão da COVAX é ajudar a acabar com a fase aguda da pandemia o mais rápido possível, permitindo o acesso equitativo global às vacinas contra COVID-19”.


A iniciativa COVAX está desempenhando um papel crucial nos esforços globais para garantir o acesso justo, acessível e equitativo às vacinas contra COVID-19 para os países mais pobres do mundo, as comunidades mais marginalizadas e as populações mais vulneráveis.


A Representante da OMS em Angola, Dra. Djamila Cabral, disse que “a entrega de vacinas a Angola representa a manifestação da solidariedade internacional e uma esperança mais forte para salvar vidas e ajudar as economias e meios de subsistência a recuperarem mais rapidamente”.


“O início da campanha de vacinação oferece-nos uma luz no fim do túnel para protecção das populações e também, um apelo para continuarmos a trabalhar em conjunto para reforçar as medidas de prevenção contra COVID-19, em particular o cumprimento das normas de biossegurança, rastreio, e tratamento, além de melhorar o acesso aos serviços de saúde e de qualidade. "


Mohamed MM Fall, Diretor Regional do UNICEF para a África Oriental e Austral, afirmou que “Esta é uma ocasião tão importante para a região. Claro, esta é uma tranche inicial das vacinas COVAX, com mais a seguir. Nos últimos meses, o UNICEF tem se preparado para este momento, trabalhando em estreita colaboração com todos os parceiros para garantir que os arranjos logísticos e de planejamento necessários estejam em vigor. O UNICEF está pronto para apoiar totalmente a implementação das vacinas COVID-19 conforme o impulso contra este vírus mortal muda para uma marcha mais alta. ”


Entretanto, Ivan Yerovi, Representante do UNICEF em Angola, felicitou o Governo de Angola pelo seu empenho na luta contra a COVID-19, que torna o país o primeiro da região a receber as vacinas COVAX.


“Hoje é um dia histórico na luta contra o COVID19 em Angola. No entanto, devemos considerar que a vacina segura e eficaz contra o COVID-19 por si só não vai acabar com a pandemia, é preciso fortalecer as ações para travar a propagação do COVID-19, incluindo diagnóstico e tratamento, cumprimento de medidas de prevenção como lavagem das mãos, distanciamento físico e uso de máscaras. ”


Desde o início da pandemia COVID-19, os profissionais de saúde têm estado na vanguarda em cenários de risco, por isso é esperado com a entrega das vacinas COVAX e a subsequente vacinação que os sistemas de saúde e assistência social possam oferecer, retomar e / ou fortalecer o essencial serviços com segurança.


Para garantir o acesso rápido de toda a população às vacinas seguras contra COVID-19, o Ministério da Saúde, com o apoio dos parceiros da COVAX, elaborou um Plano Nacional de Vacinação, que entre as diversas ações inclui o fortalecimento da infraestrutura da rede de frio, o armazenamento de equipamentos, o treinamento de vacinadores, a mobilização de populações, bem como o manejo da desinformação sobre vacinação.


A chegada das vacinas contra a COVID-19 a Angola representa mais um marco para a concretização dos objetivos da iniciativa COVAX, no âmbito do seu esforço sem precedentes para fornecer pelo menos 2 mil milhões de doses de vacinas até ao final de 2021.


Fonte: Relief Web

5 visualizações0 comentário
 
Caneca Oficial

Caneca Oficial

R$ 44,90Preço
Camiseta Oficial

Camiseta Oficial

R$ 39,90Preço
Caneca Personalizada

Caneca Personalizada

R$ 49,90Preço
Camiseta Personalizada

Camiseta Personalizada

R$ 41,90Preço
Caneca Africa Leão

Caneca Africa Leão

R$ 44,90Preço
Camiseta Oficial África

Camiseta Oficial África

R$ 39,90Preço