• Afrwns

As escolas do continente africano se esforçam para voltar às aulas

Apenas um em cada três países da África Ocidental e Central reabriu suas escolas, deixando as crianças em risco de casamento infantil, gravidez precoce e recrutamento por grupos armados locais, alertou a Unicef.

Alunos em Cotonou, no Benin. Fotografia: Xinhua / REX / Shutterstock

Seis meses depois que escolas em toda a região fecharam sob medidas de bloqueio, apenas sete dos 24 países - Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Chade, República do Congo, Guiné Equatorial e Serra Leoa - conseguiram colocar em prática medidas para tornar as salas de aula seguras para reabertura, incluindo postos de higiene e distanciamento social.


Garantir até mesmo as medidas mais básicas de proteção contra Covid-19 nas escolas tem se mostrado difícil. Na Guiné-Bissau, apenas 12% das escolas têm acesso a sabão e água para lavar as mãos. O número é de 15% no Níger, 22% no Senegal e 25% no Burkina Faso, de acordo com a Unicef. O distanciamento social também é quase impossível em muitas salas de aula, com turmas superlotadas e uma falta geral de professores treinados para apoiar a aprendizagem das crianças, acrescentou a agência da ONU.


Embora muitos países tentassem manter alguma forma de educação, com cursos no rádio, televisão e internet, quase metade de todas as crianças em idade escolar na região não conseguiam acessar esse aprendizado remoto, descobriu a agência.


Fonte: The Guardian

 
Caneca Oficial

Caneca Oficial

R$ 44,90Preço
Camiseta Oficial

Camiseta Oficial

R$ 39,90Preço
Caneca Personalizada

Caneca Personalizada

R$ 49,90Preço
Camiseta Personalizada

Camiseta Personalizada

R$ 41,90Preço
Caneca Africa Leão

Caneca Africa Leão

R$ 44,90Preço
Camiseta Oficial África

Camiseta Oficial África

R$ 39,90Preço