• Afrwns

Cabo Verde - recorde na conservação de tartarugas marinhas na Praia


Os esforços de conservação das tartarugas marinhas estão produzindo resultados encorajadores em Cabo Verde. Mais de 140 mil ninhos de tartarugas foram registrados na praia de São Francisco, na cidade da Praia, capital deste arquipélago, localizado no oeste da África. Satisfeito com estes ninhos recordes, o governo promete um aumento da ajuda financeira destinada a ONG cabo-verdianas para a protecção das tartarugas marinhas.



Boas notícias para as ONGs que asseguram a preservação das tartarugas marinhas em Cabo Verde. O governo pretende aumentar os fundos atribuídos anualmente às suas atividades em cerca de 70.000 euros. Este anúncio foi feito em 9 de setembro de 2020, de Gilberto Silva, o cabo-verdiano Ministro da Agricultura e Meio Ambiente. Este funcionário acabava de regressar de uma visita à praia de São Francisco, na Praia, capital cabo-verdiana situada no sul do país, onde foi construída uma zona de nidificação para a translocação de ninhos de tartaruga em risco. Resultado desta operação: mais de 140.000 ninhos foram identificados. Um número recorde, que garante as ambições ecológicas e de ecoturismo do governo.


A tartaruga marinha, inegáveis ​​benefícios econômicos e ambientais



“O objetivo da nossa visita é ajudar a sensibilizar a população cabo-verdiana para a importância da preservação das tartarugas marinhas. Esta protecção tem uma enorme importância não só do ponto de vista ecológico, mas também na promoção do turismo no nosso país”, explica Gilberto Silva, Ministro da Agricultura e Ambiente de Cabo Verde. Considerado um “paraíso” para as tartarugas marinhas, Cabo Verde recebe mais de 250.000 turistas todos os anos, a maioria deles da Alemanha, Itália e Portugal.


Para preservar este fascínio que as tartarugas marinhas exercem sobre o homem, Cabo Verde rodeou-se de instrumentos e leis sobre a protecção das tartarugas marinhas e do seu habitat. Com a ajuda do Fundo Mundial para a Natureza (WWF) e da organização conservacionista Natura 2000, o governo cabo-verdiano identificou e criou 47 áreas protegidas em todo o arquipélago. Além disso, o país assinou recentemente a Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Fauna e Flora Ameaçadas de Extinção (Cites), e o Pântano do Curral Velho (Ilha da Boa Vista, no leste do país) em breve estará na lista Ramsar de Zonas Úmidas de Importância internacional.



A proteção das tartarugas marinhas também é de interesse ambiental. Diversas espécies se alimentam de algas e assim contribuem para o controle dessa vegetação que pode se tornar invasora; situação cuja frequência parece aumentar com o aquecimento dos oceanos. Outros se alimentam de medusas, cujas populações também tendem a proliferar, provavelmente devido à diminuição de pequenos peixes pelágicos que, como as medusas, se alimentam de plâncton.


Fonte: Afrik21

 
Caneca Oficial

Caneca Oficial

R$ 44,90Preço
Camiseta Oficial

Camiseta Oficial

R$ 39,90Preço
Caneca Personalizada

Caneca Personalizada

R$ 49,90Preço
Camiseta Personalizada

Camiseta Personalizada

R$ 41,90Preço
Caneca Africa Leão

Caneca Africa Leão

R$ 44,90Preço
Camiseta Oficial África

Camiseta Oficial África

R$ 39,90Preço