• Afrwns

Mali - África

Oficialmente República do Mali, é um país africano sem saída para o mar na África Ocidental. O Mali é o sétimo maior país da África. Limita-se com sete países, a norte pela Argélia, a leste pelo Níger, a oeste pela Mauritânia e Senegal e ao sul pela Costa do Marfim, Guiné e Burkina Faso. O Mali tem uma área de 1.240.000 km² e a sua população é estimada em cerca de 19 milhões de habitantes. A capital do país é Bamako.


Antiguidade:


O Mali era um reino do povo malinqué. Seu fundador chamava-se Sundiata Keita. Ele assumiu o poder em Cangaba por volta de 1230 e começou a conquistar as terras ao redor, que eram ricas em minerais valiosos como ouro e sal. O império cresceu rapidamente.

O mais famoso imperador do Mali foi Musa, que ascendeu ao trono por volta de 1307. Musa era muçulmano, embora muitas pessoas de seu povo cultuassem seus deuses tradicionais. Sua grande peregrinação (viagem religiosa) em 1324 à cidade sagrada de Meca tornou o Mali conhecido em regiões distantes. Dizem que Musa levou consigo 60 mil seguidores e escravos ricamente vestidos. Também se diz que cada um dos oitenta camelos de sua caravana carregava 135 quilos de ouro.

Musa acrescentou as cidades comerciais de Tombuctu e Gao ao seu império. Em seguida, ordenou a construção de muitos edifícios nessas cidades e em outros lugares. Alguns desses edifícios eram lugares de culto muçulmano, como a Grande Mesquita de Tombuctu. Ele também apoiou artistas e eruditos, tendo criado uma universidade em Tombuctu durante seu reinado.

Bamako - Mali
Bamako - Mali

O império começou a declinar no século XV. Algumas das cidades se rebelaram contra os governantes e outras foram atacadas pelos povos vizinhos. Em 1550, o Império do Mali havia perdido grande parte de seu poderio. Seu nome permanece hoje no país chamado Mali, que resultou de três impérios: o do Mali, o de Gana e o Songai.


Geografia:

A maior parte do país integra o sul do Deserto do Saara, por isso o clima é quente, sendo comuns tempestades de poeira que se formam durante secas. O território do Mali é essencialmente plano, com algumas regiões montanhosas: o Adrar des Ifoghas está localizado no nordeste, e as maiores altitudes são as Montanhas Hombori, que ultrapassam a altitude de 1.000 metros a sudeste, e as Montanhas Bambuque a sudoeste.

Adrar des Ifoghas
Adrar des Ifoghas

Os recursos naturais do país são consideráveis: ouro, urânio, fosfato, caulim, sal e calcário são os recursos mais explorados. O Mali está a enfrentar problemas ambientais, como a desertificação, o desmatamento, a erosão do solo e a contaminação da água.

Montanhas Hombori
Montanhas Hombori

Religião:

Aproximadamente 90% dos malianos são islâmicos. 5% da população é cristã (dois terços católicos romanos e o resto de várias denominações protestantes), e os restantes 5% correspondem a crenças animistas tradicionais ou indígenas. O ateísmo e agnosticismo não são muito comuns entre os malianos, a maioria de quem pratica sua religião diariamente.


Cultura:

As tradições musicais malianas derivam de griots (ou Djeli), conhecidas como "Guardiões da Memória", que exercem a função de transmitir a história de seu país. A música do Mali é diversificada e possui diferentes gêneros.

Alguns músicos são influentes são Toumani Diabaté e Mamadou Diabaté, intérpretes de um instrumento musical chamado kora; o guitarrista Ali Farka Touré, que combinava a música tradicional do Mali com um gênero vocal denominado blues; grupos musicais tuaregue como Tinariwen e Tamikrest e artistas como Salif Keita, Amadou e Mariam, Oumou Sangaré, Habib Koité, entre outros.

Toumani Diabaté
Toumani Diabaté

A variada cultura diária dos malienses reflete a diversidade étnica e geográfica do país. A maioria de seus habitantes usa trajes coloridos e fluídos chamados de boubou, típico da África Ocidental. Os malienses participam frequentemente de festas, bailes e celebrações tradicionais.

Mamadou Diabaté
Mamadou Diabaté

O arroz e milho são importantes na cozinha do pais, que se baseia principalmente em grãos de cereais. Os grãos são geralmente preparados com salsas feitas de folhas, como o espinafre ou o baobab, com tomate ou com salsa de mani, podendo estar acompanhados de carne assada (tipicamente frango, cordeiro, vaca e cabra). A cozinha do Mali varia regionalmente.


Esporte:

O esporte mais popular no Mali é o futebol, que cobrou maior importância desde o país sediou a Copa das Nações Africanas de 2002. A maioria das cidades tem competições e as equipes nacionais mais populares são o Djoliba AC, o Stade Malien e o Real Bamako, todos com sede na capital nacional.

O basquete é outro esporte importante no Mali; a Seleção feminina de basquete, liderada por Hamchetou Maiga, jogadora do Sacramento Monarchs, competiu nos Jogos Olímpicos de Pequim de 2008. A luta (la lutte), também é um jogo praticado habitualmente, ainda que nos últimos anos a sua popularidade venha diminuindo. O oware, uma variante de mancala, também é um passatempo comum.

Hamchetou Maiga
Hamchetou Maiga


Confira o vídeo:




Fontes: Escola Britânica

 
Caneca Oficial

Caneca Oficial

R$ 44,90Preço
Camiseta Oficial

Camiseta Oficial

R$ 39,90Preço
Caneca Personalizada

Caneca Personalizada

R$ 49,90Preço